Economia

Feirão oferece renegociação de dívidas com descontos de até 99%

Mais de 33 milhões de dívidas podem ser negociadas

Do R7 / portald24@diarioam.com

De 7 a 31 de março, mais de 100 empresas parcerias possibilitam negociações com descontos que podem chegar até 99% do valor total da dívida.

O número de endividados voltou a crescer e atingiu 64,82 milhões, em janeiro deste ano, próximo ao pico da pandemia registrado em abril de 2020 (65,91 milhões). A informação é do Mapa da Inadimplência e Renegociação de Dívidas, da Serasa. Por isso, a empresa anunciou o Feirão Limpa Nome emergencial.

As ofertas de bancos, empresas de telefonia, varejo, universidades e outros segmentos, estão disponíveis nos canais digitais da empresa, onde a negociação dos débitos pode ser realizada em até três minutos.

No total, mais de 33 milhões de dívidas poderão ser negociadas, sendo que mais de 20 milhões dos débitos poderão ser negociados por até R$ 100,00 e mais de 15 milhões poderão ser quitados com apenas R$ 50,00.

Na última edição do Feirão Limpa Nome, em novembro, mais de 4 milhões de brasileiros conseguiram negociar suas dívidas atrasadas.

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

Direto da Redação

Notícia, conteúdo e credibilidade

Folha de Maués

Notícias da Terra do Guaraná, Amazonas, Brasil e Mundo

g1 > Turismo e Viagem

Notícias da Terra do Guaraná, Amazonas, Brasil e Mundo

g1 > Mundo

Notícias da Terra do Guaraná, Amazonas, Brasil e Mundo

g1

Notícias da Terra do Guaraná, Amazonas, Brasil e Mundo

WordPress.com em Português (Brasil)

As últimas notícias do WordPress.com e da comunidade WordPress

%d blogueiros gostam disto: