Amazonas Política

Começa a tramitar na ALE pedido de intervenção federal na segurança pública do AM

Caso o pedido de intervenção seja aprovado em plenário, o documento será encaminhado à Presidência da República

Do portal @diarioam.com

Já está tramitando na Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam) o Requerimento nº 577/2022, que pede intervenção federal na segurança pública do Estado após o aumento de 54% no índice de mortes violentas em 2021 em comparação com o ano anterior.

De 2019 até 2021, o governo do Amazonas desembolsou mais de R$ 5,9 bilhões para arcar com despesas de todo o sistema de segurança pública e, mesmo assim, os casos de violência só aumentam.

O documento, que será analisado pelo plenário da Casa, foi protocolizado pelo deputado estadual Ricardo Nicolau (Solidariedade).

De acordo com o parlamentar, não se faz segurança pública com placas e cavaletes e nem com ações midiáticas como ocorreu na execução do programa Amazonas Mais Seguro, lançado no ano passado, e que não conseguiu conter a violência mesmo custando R$ 280 milhões aos cofres públicos. Ricardo Nicolau defende o uso de mais tecnologia para combater o crime.

O Estado investe mal. O Amazonas faz segurança pública de forma antiga. É preciso usar mais tecnologia, investir na polícia científica e valorizar o policial militar. Precisamos fazer com que a presença da PM esteja não através de placas, mas de viaturas equipadas e policiais treinados. O volume de recursos não reflete na qualidade do serviço. O programa Amazonas mais Seguro é midiático, não tem base e foi criado em função da eleição. Independente de nomes, a segurança pública precisa de menos propaganda e mais ação”, ressalta.

Números

De acordo com dados da própria Secretaria de Segurança Pública (SSP-AM) enviados ao Monitor da Violência do portal de notícias G1, foram 1.019 registros oficiais de mortes violentas no Amazonas em 2020. Já no ano passado, foram 1.571. O estado vive uma explosão de casos de violência mesmo com alto volume de dinheiro público investido na SSP-AM.

Ainda de acordo com dados do Monitor da Violência, o latrocínio, que é o roubo seguido de morte, também registrou alta no Amazonas. Em 2020, foram 46 casos registrados pela SSP. No ano passado, esse número subiu para 69, um crescimento de quase 50%.

Intervenção

Caso o pedido de intervenção seja aprovado em plenário, o documento será encaminhado à Presidência da República.

A partir do aceite do Palácio do Planalto, o primeiro passo é a vinda da Força Nacional, classificada como uma “tropa de pronta-resposta” e composta principalmente por militares estaduais.

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

Direto da Redação

Notícia, conteúdo e credibilidade

Folha de Maués

Notícias da Terra do Guaraná, Amazonas, Brasil e Mundo

g1 > Turismo e Viagem

Notícias da Terra do Guaraná, Amazonas, Brasil e Mundo

g1 > Mundo

Notícias da Terra do Guaraná, Amazonas, Brasil e Mundo

g1

Notícias da Terra do Guaraná, Amazonas, Brasil e Mundo

WordPress.com em Português (Brasil)

As últimas notícias do WordPress.com e da comunidade WordPress

%d blogueiros gostam disto: