Brasil

Sindicato da Receita Federal convoca greve por ficar sem bônus e acusa Bolsonaro

Categoria se diz preterida em relação a policiais, convoca greve geral e começa entrega de cargos

Por Fernando Martines

O Sindicato dos Auditores da Receita Federal se diz traído pelo presidente Jair Bolsonaro (PL) ao não ter tido um aumento incluído no orçamento para 2022 aprovado na terça-feira (21) e convocou uma greve geral.

O Sindifisco Nacional afirma que tinha a expectativa de que um bônus de eficiência fosse incluído como prometia, segundo eles, um acordo salarial feito há cinco anos.

A entidade afirma que teve a palavra do presidente Jair Bolsonaro e dos ministros Paulo Guedes, da Economia, e Ciro Nogueira, da Casa Civil.

Porém, de última hora, o bônus ficou de fora do orçamento e aumentos para forças policiais foram incluídos.

“Adicionando insulto à injúria, recursos da própria Receita Federal serão cortados para satisfazer os reajustes acordados com as carreiras policiais, numa demonstração de absoluto desrespeito à administração tributária, que, como nunca, tem se empenhado para prover a sustentação financeira do Estado brasileiro”, afirma o Sindicato em nota.

Além da greve, começou uma debandada na categoria. Pelo menos 20 auditores já pediram exoneração.

Os auditores já recebem bônus por eficiência desde 2017, mas o valor deveria ser variável conforme a produtividade, o que não vem acontecendo: a Receita recolhe mais e o bônus continua igual.

Arrecadação recorde

Conforme reportagem da Agência Brasil mostra, a arrecadação federal bateu recorde para meses de novembro. Segundo dados divulgados pela Receita Federal, o governo arrecadou R$ 157,34 bilhões no mês passado, com aumento de 1,41% acima da inflação em valores corrigidos pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA).

O valor é o maior da história para meses de novembro desde o início da série histórica da Receita Federal, em 1995, em valores corrigidos pela inflação. De janeiro a novembro, a arrecadação federal soma R$ 1,685 trilhão, com alta de 18,13% acima da inflação pelo IPCA, também recorde para o período.

A arrecadação superou as previsões das instituições financeiras. No relatório Prisma Fiscal, pesquisa divulgada pelo Ministério da Economia, os analistas de mercado estimavam que o valor arrecadado ficaria em R$ 151,513 bilhões em novembro, pelo critério da mediana (valor central em torno do qual um dado oscila).

Promessa de radicalização

No dia 25 de outubro, a categoria está fez uma paralisação de 24 horas para cobrar o governo a publicação da medida.

Conforme reportagem da agência de notícias do Estadão, de acordo com o presidente do Sindireceita, Geraldo Seixas, cerca de 65% dos 7 mil analistas-tributários da Receita aderiram à paralisação.

“O governo está descumprindo o acordo salarial. Já faz mais de 90 dias que a lei do bônus de eficiência foi sancionada. Só isso já justifica a greve”, afirmou o sindicalista na época.

O líder sindical disse na ocasião: “Se a regulamentação não sair, iremos radicalizar o movimento para um greve sem tempo determinado a partir de novembro”, completou.

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

Direto da Redação

Notícia, conteúdo e credibilidade

Folha de Maués

Notícias da Terra do Guaraná, Amazonas, Brasil e Mundo

g1 > Turismo e Viagem

Notícias da Terra do Guaraná, Amazonas, Brasil e Mundo

g1 > Mundo

Notícias da Terra do Guaraná, Amazonas, Brasil e Mundo

g1

Notícias da Terra do Guaraná, Amazonas, Brasil e Mundo

WordPress.com em Português (Brasil)

As últimas notícias do WordPress.com e da comunidade WordPress

%d blogueiros gostam disto: