Amazonas Economia Maués

Muda de guaraná originada de semente tem maior produtividade, diz Embrapa

Muda desenvolvida a partir da semente aumenta em sete vezes a produtividade anual do guaraná em relação à muda de clonagem, informa a Embrapa Amazônia Ocidental, no Amazonas. É possível obter 2,3 quilos por planta, enquanto com a de clonagem a média é de 0,3 quilos.

Do portal @amazonasatual.com

MANAUS – Outra vantagem é que a nova “cultivar” é resistente à antracnose, principal doença que afeta o guaranazeiro. A aposta da Embrapa é pelo aumento da quantidade de produtores dedicados à essa cultura e a expansão da área plantada no estado. 

Com as variedades clonais, é necessário credenciar viveiristas para a produção das mudas, uma vez que a técnica de estaquia precisa de mais cuidados e aumenta o custo para o produtor.

“A forma de reprodução por sementes possibilita ao produtor fazer suas próprias mudas para expansão dos cultivos, após receber o lote de sementes básicas da cultivar”, diz André Atroch. Da mesma forma, a produção de mudas em viveiros licenciados é mais fácil e econômica, diminuindo o preço de venda para o produtor rural. 

O período da formação da muda de guaraná por sementes é de aproximadamente 12 meses, desde a coleta ou aquisição das sementes até o plantio definitivo no campo. Segundo Atroch, os cuidados necessários para a formação de uma boa muda são os mesmos para a produção de espécies frutíferas, ou seja, manter as mudas sempre com bom suprimento de água e algumas adubações no decorrer da sua formação.

No caso da nova cultivar, o sistema tradicional do produtor no Amazonas com viveiros com cobertura de palha e irrigação por molhamento são suficientes para formar uma boa muda da BRS Noçoquém, como foi batizada.

Segundo a Embrapa, a alta produtividade com a nova técnica foi comprovada nos campos experimentais de Maués e Manaus. Análises realizadas nas sementes colhidas apontam também um bom nível de cafeína, com teores entre 4% e 5%. 

agricultura no amazonas
Com nova muda, Embrapa quer atrair produtores e ampliar área cultivada no Amazonas (Foto: Bruno Zanardo/Divulgação)

A nova cultivar também passou por avaliação em áreas de produtores por meio de Unidades de Observação nos municípios de Urucará, São Sebastião do Uatumã, Maués, Parintins, Silves, onde apresentaram as mesmas características obtidas nos campos experimentais.

Atroch explica que essa muda a partir de sementes possui alta variabilidade genética, pois cada planta é um genótipo diferente implicando em menor risco de perda por doenças e outros fatores biológicos.  

A BRS Noçoquem será lançada durante a programação da 43ª Expoagro, feira de exposição agropecuária realizada de 9 a 12 de dezembro, em Manaus.

Os interessados em adquirir sementes da nova cultivar de guaranazeiro podem entrar em contato pelo e-mail cpaa.vendas@embrapa.br ou pelo telefone: (92) 3303-7897.

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

Direto da Redação

Notícia, conteúdo e credibilidade

Folha de Maués

Notícias da Terra do Guaraná, Amazonas, Brasil e Mundo

g1 > Turismo e Viagem

Notícias da Terra do Guaraná, Amazonas, Brasil e Mundo

g1 > Mundo

Notícias da Terra do Guaraná, Amazonas, Brasil e Mundo

g1

Notícias da Terra do Guaraná, Amazonas, Brasil e Mundo

WordPress.com em Português (Brasil)

As últimas notícias do WordPress.com e da comunidade WordPress

%d blogueiros gostam disto: