Educação Mundo

Google homenageia Paulo Freire pelos 100 anos de nascimento do educador

Reconhecido internacionalmente como educador e filósofo, o escritor brasileiro Paulo Freire foi homenageado pelo Google neste domingo (19), data em que se comemora o centenário de seu nascimento. O pernambucano faleceu em 1997 mas é reverenciado até hoje como influente pensador da modernidade.

O site de serviços on-line, muito usado para buscas na internet, dedicou o doodle deste domingo (19) a Paulo Freire. Doodle é uma palavra inglesa para referir um tipo de esboço ou desenho. A empresa começou a adotar a prática em 1998, de forma experimental, adicionando elementos ao seu logotipo para celebrar alguma data ou evento importante.

Patrono da educação brasileira, título recebido em 2012 no governo da ex-presidente Dilma Russef (PT), Paulo Freire é alvo constante de ataques do presidente Jair Bolsonaro (sem partido), seus filhos e seguidores. Na quinta-feira (16) a Justiça Federal do Rio de Janeiro proibiu o governo federal de tomar qualquer medida que atente contra a dignidade de Freire.

Paulo Freire começou a ganhar notoriedade quando implementou um método de alfabetização direcionado a adultos com a ideia que o professor precisa ensinar a partir do nível de conhecimento do estudante e do que ele conhece. Em 1963 um grupo de educadores sob o comando de Freire aplicou a revolucionária técnica, alfabetizando 300 trabalhadores nordestinos a partir de palavras usadas no cotidiano dos alunos.

O sucesso das ideias de Paulo Freire inspirou a criação do Plano Nacional de Alfabetização, com o objetivo de ensinar a leitura e a escrita em massa, beneficiando milhões de analfabetos. Porém, com o Golpe Militar no ano seguinte, o método não só foi abandonado como o autor foi considerado elemento perigoso, um dos maiores responsáveis pela subversão imediata dos menos favorecidos. Nesta época, só tinha direito a voto quem sabia ler e escrever.

Preso em 1964, ficou em cárcere durante 72 dias. Solto, optou pelo exílio e fugiu para a Bolívia. Viveu também no Chile, onde escreveu Pedagogia do Oprimido, em 1968, o livro que o levou ao respeito e reconhecimento internacional. Passou pelos Estados Unidos e pela Suíça, antes de voltar ao Brasil, em 1979. Foi secretário municipal de Educação em São Paulo entre 1989 e 1991, na administração de Luiza Erundina.

Outras duas obras importantes foram lançadas pouco antes de sua morte: Pedagogia da Esperança (1992) e À Sombra Desta Mangueira (1995).

Paulo Freire é o brasileiro com mais títulos de Doutor Honoris Causa de diversas universidades, 41 ao todo. No mundo, 350 escolas o homenageiam com seu nome, a maioria na América Latina e África, onde o método de alfabetização por ele criado foi largamente usado.

Livros de Paulo Freire:

Educação Como Prática da Liberdade (1967)
Pedagogia do Oprimido (1968)
Cartas à Guiné-Bissau (1975)
Educação e Mudança (1981)
Prática e Educação (1985)
Por Uma Pedagogia da Pergunta (1985)
Pedagogia da Esperança (1992)
Professora Sim, Tia Não: Carta a Quem Ousa Ensinar (1993)
À Sombra Desta Mangueira (1995)
Pedagogia da Autonomia (1997)

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

Direto da Redação

Notícia, conteúdo e credibilidade

Folha de Maués

Notícias da Terra do Guaraná, Amazonas, Brasil e Mundo

g1 > Turismo e Viagem

Notícias da Terra do Guaraná, Amazonas, Brasil e Mundo

g1 > Mundo

Notícias da Terra do Guaraná, Amazonas, Brasil e Mundo

g1

Notícias da Terra do Guaraná, Amazonas, Brasil e Mundo

WordPress.com em Português (Brasil)

As últimas notícias do WordPress.com e da comunidade WordPress

%d blogueiros gostam disto: