Amazonas

Deputados do AM alegam que voto impresso é ‘cabresto’, ‘desespero’ e ‘combate a hackers’

De equipamento confiável à alegação de mais transparência e até de prevenir contra ataque de hackers, a urna eletrônica e o voto impresso têm diferentes entendimentos entre os deputados federais do Amazonas. Defendido pelo presidente Jair Bolsonaro (sem partido), o voto impresso está na pauta da comissão especial da Câmara de quinta-feira (5).

Por Alessandra Taveira, da Redação do @amazonas.atual

MANAUS – Os parlamentares divergem sobre a PEC (Proposta de Emenda à Constituição). Caso passe na comissão, precisa de 3/5 dos votos do plenário, ou seja, 308, em dois turnos, para ser aprovada.

Favorável à medida e ao governo, o deputado Alberto Neto (PRB), da base governista, justifica que imprimir o comprovante do voto na urna irá “combater a invasão de hackers no sistema eleitoral”. Segundo ele, a impressão do voto servirá como “contraprova” em casos de incerteza nas eleições. Alberto Neto se elegeu pelo sistema eletrônico atual, o qual não contestou nos tribunais eleitorais.

Silas Câmara (PRB), que está no sexto mandato, afirma que apesar de nunca ter se sentido roubado ou lesado pelo atual sistema eleitoral, é a favor do voto impresso. “Não questiono a honestidade nem a lisura, afinal, disputei e ganhei todas as eleições com o atual sistema, mas sou a favor de mais transparência”.

Apresentada pela deputada Bia Kicis (PSL-DF), também da base de apoio do governo Bolsonaro, a proposta é questionada por parlamentares de oposição. “Eu ainda não entendi qual é a ideia. É o voto como era antigamente, no papel? Ou é mostrando em quem você votou?”, disse José Ricardo (PT).

Para ele, a medida é uma forma de atenuar as críticas ao atual governo e garantir um próximo mandato. “Eu só entendi que parece que bateu um desespero na turma que apoia o Bolsonaro porque em tudo que é pesquisa eles não ganham mais”, completou. “Querem desviar a atenção dos grandes problemas do Brasil, como a vacinação do povo que está lenta.”

Também da oposição, Marcelo Ramos (PR), vice-presidente da Câmara, disse que “o atual sistema é confiável e auditável em todas as suas etapas”. Segundo ele, a PEC não entrará em votação no plenário, pois “será derrubada na comissão”.

Bosco Saraiva (SD) classificou a proposta como “voto de cabresto”. “Sou contra. Devemos avançar com a segurança da urna no campo da tecnologia eletrônica, jamais o retrocesso do modelo antigo”, afirmou. Segundo ele, nunca houve uma única prova de violação da urna.

“Não podemos retroceder”, disse Sidney Leite (PSD). Para ele, a proposta de Kicis não é o melhor caminho, mas reforça que se “tiver que auditar (o voto eletrônico) tem que ser auditado”.

O portal AMAZONAS ATUAL fez contato com Pablo Oliva (PSL) e Átila Lins (PP), mas não conseguiu ouvir os deputados.

Na retomada dos trabalhos na Assembleia Legislativa do Amazonas na terça-feira (3), em sessão plenária, o assunto também foi pauta. Para o deputado estadual Serafim Corrêa (PSB), a alegação de Bolsonaro é “inconsequente” e sinaliza a intenção de golpe.

“Na minha vida disputei 16 eleições, cinco com a urna de pano, perdi três e ganhei duas. Onze eleições eu disputei na urna eletrônica. Ganhei três e perdi oito. Poderia, então, ter tudo a dizer contra a urna eletrônica, já que perdi muito mais do que ganhei, mas a urna eletrônica é segura, ela é auditável, e o que o presidente da República está fazendo é criar um discurso, uma narrativa para uma tentativa de golpe”, afirmou.

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

Direto da Redação

Notícia, conteúdo e credibilidade

Folha de Maués

Notícias da Terra do Guaraná, Amazonas, Brasil e Mundo

g1 > Turismo e Viagem

Notícias da Terra do Guaraná, Amazonas, Brasil e Mundo

g1 > Mundo

Notícias da Terra do Guaraná, Amazonas, Brasil e Mundo

g1

Notícias da Terra do Guaraná, Amazonas, Brasil e Mundo

WordPress.com em Português (Brasil)

As últimas notícias do WordPress.com e da comunidade WordPress

%d blogueiros gostam disto: