Política saúde

Comitê considera participação mais ativa da iniciativa privada na vacinação

Rodrigo Pacheco, presidente do Senado, diz que há ideias de ‘inovação legislativa’ para possibilitar a compra de vacinas – com doação ao SUS – por empresários

Por Murillo Ferrari

CNN.BRASIL – Os membros do Comitê de Coordenação Nacional para Enfrentamento da Pandemia da Covid-19 discutiram nesta quarta-feira (31) formas de ampliar a participação da iniciativa privada na compra de vacinas, segundo o presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (DEM-MG).

“Considerando a premissa de que já foram contratadas doses de vacinas suficientes do povo brasileiro, [discutimos] a ampliação desde já, a participação mais ativa da iniciativa privada, com possibilidade de aquisição para vacinação e com doação de parte disso ao Sistema Único de Saúde (SUS)”, afirmou Pacheco, em entrevista coletiva.

O presidente do Senado afirmou que essa possibilidade já está contemplada na lei 14.125/2021, que dispõe sobre a aquisição e distribuição de vacinas por pessoas jurídicas de direito privado, mas que o texto prevê essa possibilidade mediante o cumprimento do Plano Nacional de Imunização (PNI).

“Há uma ideia, discutida nesse comitê, da possibilidade de uma inovação legislativa para participação da iniciativa privada”, completou.

Ao fazer uma análise sobre essa primeira reunião do Comitê, Pacheco afirmou que houve um proveito muito grande e que foi dado um “grande passo de unificação dos poderes para o enfrentamento organizado, técnico, científico e com planejamento” da pandemia.

“Temos dois caminhos: o da união, materializada nessa primeira reunião de hoje, que se desdobrará em novas reuniões entre todos esses personagens, ou o caminho do caos, e ninguém quer o caminho do caos”, afirmou.

Pacheco também disse esperar um “aprimoramento das relações internacionais” do Brasil com a nomeação de Carlos Alberto França como novo chanceler do país, no lugar de Ernesto Araújo.

“Depositamos grande confiança no novo ministro das Relações Exteriores neste sentido, mas sem olvidar do papel do Ministério da Saúde nessa relação direta também com outros países, sobretudo com os EUA, muito dispostos a auxiliar o Brasil – algo que posso testemunhar em razão da reunião que tive ontem com o embaixador Todd Chapman”, afirmou.

Ele disse ainda ser muito importante que haja um alinhamento entre a comunicação do governo e da assessoria de imprensa do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) sobre as ações necessárias no enfrentamento do novo coronavírus.

“No sentido de haver uniformização do discurso de que é necessário se vacinar, que é necessário usar máscara, que é necessário higienizar as mãos, que é necessário distanciamento social de modo a prevenirmos o aumento da doença no nosso país.”

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

Direto da Redação

Notícia, conteúdo e credibilidade

Folha de Maués

Notícias da Terra do Guaraná

G1 > Turismo e Viagem

Notícias da Terra do Guaraná

G1 > Mundo

Notícias da Terra do Guaraná

G1 > Brasil

Notícias da Terra do Guaraná

WordPress.com em Português (Brasil)

As últimas notícias do WordPress.com e da comunidade WordPress

%d blogueiros gostam disto: