Amazonas

Incêndio em loja do Centro de Maués, mobilizou a Juventude da cidade e órgãos municipais que combateram o fogo, controlado nas primeiras horas deste domingo de Ramos

FMC – Um incêndio de grandes proporções ocorreu por volta das 22h00 do último sábado 27, causado por curto-circuito que destruiu Loja, residência e a pousada Jamily de propriedade de Augusto e Auriedina Pinto, localizada na Rua Adolfo Cavalcante no centro zona oeste da Cidade de Maués, distante 267 km em linha reta da grande Manaus.

A equipe do Folha de Maués esteve no local acompanhando os esforços de centenas de jovens Maueenses dos diversos bairros da cidade que não mediram esforços com ajuda de um grupo de mulheres transportavam água do Rio Maués em carros de empresários locais para conter as chamas que destruiu por completo a Loja Jamily, a residência da família proprietária que morava no térreo da referida loja e Pousada, comprometendo outros prédios próximos. Segundo as equipes da Prefeitura de Maués que chegaram no momento do incêndio, não houve vítimas, tendo em vista que a família que estava no térreo da loja logo que soube do incêndio saiu a tempo antes do fogo ter tomado as dependências dos prédios.

Ocorreram desabamentos das lajes e estrutura da cobertura do prédio e explosões de botijões de gás, no interior da loja havia muito materiais de fácil combustão como roupas, plásticos, calçados, eletrodomésticos, o que contribuiu para o alastramento do chamas. A Prefeitura juntamente com outros órgãos de segurança e com a solidariedade da população jovem do Município organizaram uma grande ação para conter o fogo, que foi controlado na manhã do domingo 28.

Na manhã deste domingo máquinas das Prefeitura foram retirar os escombros para facilitar a ação das equipes que trabalhavam para apagar os focos do incêndio no local. O Município de Maués com cerca de 70 mil pessoas não possui Companhia do Corpo de Bombeiros do Estado do Amazonas para agir em situação como desse incêndio de grandes proporções. Todos os anos no período de verão há registros de incêndios e queimadas na sede do Município. A população cobra das autoridades do Estado e Município a implantação em caráter de Urgência de uma Unidade do Corpo de Bombeiros e a estruturação da Brigada de Incêndio existente no Município, mas não dispõe de equipamentos para atuarem em situações de queimadas e incêndios.

O incêndio na Loja Jamily no centro da cidade, ocorreu no período de inverno, o que não é comum, na noite do incêndio infernal, se quer caiu uma gota de chuva. Os proprietários ficaram abalados com o acontecimento, situação que comoveu e mobilizou centenas de moradores na maioria jovens comunidade da Terra do Guaraná, colocando suas vidas em riscos, como também dos servidores dos órgãos municipais, para combater o fogo e a grande quantidade de fumaça produzida pelas chamas.

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

Direto da Redação

Notícia, conteúdo e credibilidade

Folha de Maués

Notícias da Terra do Guaraná

G1 > Turismo e Viagem

Notícias da Terra do Guaraná

G1 > Mundo

Notícias da Terra do Guaraná

G1 > Brasil

Notícias da Terra do Guaraná

WordPress.com em Português (Brasil)

As últimas notícias do WordPress.com e da comunidade WordPress

%d blogueiros gostam disto: