Amazonas Cidade Política

O que esperar para 2019 no Amazonas?

A reportagem especial do EM TEMPO retrata a expectativa de personalidades, autoridades e gestores amazonenses que revelam a velha frase: “A esperança é a última que morre”.

THIAGO MONTEIRO

Manaus – A esperança de mudanças renasce em 2019. O ano que passou foi conturbado para diversas áreas no Brasil. A reportagem especial do EM TEMPO retrata a expectativa de personalidades, autoridades e gestores amazonenses que revelam a velha frase: “A esperança é a última que morre”.

Prefeito Arthur Neto 

Prefeito de Manaus Arthur Neto
Prefeito de Manaus Arthur Neto | Foto: Marcely Gomes

De acordo com o prefeito Arthur Virgílio Neto, o próximo ano será de uma reformulação na infraestrutura física da capital amazonense.

“Estamos dedicando, fizemos uma licitação e temos um bom dinheiro para isso. Também será o ano que vamos nos preparar para chegar em 8º lugar no Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb). O objetivo é não cair do 9º lugar e precisamos sempre avançar. Vamos construir novas escolas”, disse o prefeito de Manaus. 

Ainda de acordo com Arthur Neto, na pasta da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) mais pessoas serão contratadas em 2019.

“Copiamos o que deu certo lá em Tocantins. Lá eles trabalham como verdadeiros médicos da família, onde visitam as casas e resolvem esse tipo de problema. Estamos convocando mais pessoas com bolsas atrativas e iremos aumentar o valor delas. Também vamos aprofundar nossos ajustes fiscais”, ressalta. 

Desembargador Yedo Simões – Presidente do Tjam

Desembargador Yedo Simões
Desembargador Yedo Simões | Foto: Divulgação

O desembargador Yedo Simões, presidente do Tribunal de Justiça do Amazonas (Tjam), tem a expectativa que a sociedade como um todo tire lições desse momento da vida politico-social da vida brasileira, entendendo que esses problemas não se restringem à política, mas que tudo resulta das escolhas de cada um de nós, que às vezes seguem os maus exemplos, esquecendo que todos nós somos responsáveis pela construção do arcabouço de nossa sociedade.

“Essa consciência, principalmente de nossos jovens pode trazer um novo horizonte para nosso país. Se você quiser manter sua integridade deverá aprender a suportar as adversidades e seguir firme em seu caminho do dever. Não há outro caminho diante de tantos desafios que se nos apresenta. Esperança é a palavra chave desse momento. Vamos acreditar naqueles que tem as rédeas do nosso país e se apresentam para oferecer o seu trabalho. Esperança!”, afirma o desembargador. 

Marco Aurélio Choy – Presidente da OAB/AM

Marco Aurélio Choy
Marco Aurélio Choy | Foto: Márcio Melo

Conforme o advogado Marco Aurélio Choy, presidente da Ordem dos Advogados do Brasil Seção Amazonas (OAB-AM), Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) – Presidente no AM: Marco Aurélio Choy, a esperança é um desejo em comum da população, que ambos os representantes eleitos para 2019 façam um grande governo em favor da sociedade brasileira.

“Como amazonense eu torço pelo sucesso da gestão do novo governador eleito, há várias condições tanto no plano estadual quanto no nacional precisam ser mudadas. Aposto positivamente e espero que ambos sejam responsáveis por grandes governos”, destaca Choy.

Psicóloga Terezinha Viana

Busca pelo novo

A psicóloga Terezinha Viana também frisa que essa intensa necessidade de mudança pelo novo acontece porque psicologicamente a sociedade está refletindo os próprios problemas pessoais nos representantes políticos.

“A falta de educação, a falta de honestidade, a falta de empatia, de respeito pelas escolhas do próximo, tudo isso reflete em um cenário político onde a sociedade busca por um salvador que resolva seus problemas, e essa não é a saída. Podemos sim renovar as esperanças para um 2019 politicamente e socialmente mais saudável, mas só quando entendermos que a mudança começa a partir de nós mesmos”, explica Viana. 

Ainda segundo a psicóloga, as pessoas precisam aprender a se colocar no lugar do próximo, entender que independe de cor, classe social ou condição sexual todos são seres humanos feitos de carne e osso.

“O nosso maior desafio enquanto sociedade atual é aprender a conviver respeitando as diferenças e não transformando insatisfação em violência”, conta Terezinha Viana.

Cientista Politico Luiz Fernando

“Agradeço ao Jornal Em Tempo pelo desafio da questão sobre esperança. No próximo semestre eu ministro uma disciplina no curso de Ciências Sociais na Universidade Federal do Amazonas (Ufam), em que eu vou abordar justamente o contexto que vários estudiosos contemporâneos tem apontado a respeito do declínio da democracia, um entendimento de como a democracia morre. Esse é um contexto que devemos considerar sobre a eleição do ‘novo’. No caso do Amazonas, se espera que o novo seja de fato responsável por políticas de saúde para que se nade contra a correnteza que é o atual cenário da saúde no estado, completamente comprometida por falta de investimento.”, afirma o cientista político Luiz Fernando.

Colaborou: João Gomes e  Luana Dávila

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

Direto da Redação

Notícia, conteúdo e credibilidade

Folha de Maués

Notícias da Terra do Guaraná

G1 > Turismo e Viagem

Notícias da Terra do Guaraná

G1 > Mundo

Notícias da Terra do Guaraná

G1 > Brasil

Notícias da Terra do Guaraná

WordPress.com em Português (Brasil)

As últimas notícias do WordPress.com e da comunidade WordPress

%d blogueiros gostam disto: