Editorial

AS OPINIÕES NA ATUALIDADE

Por Mateus William Doce 

Todos nós ao expressarmos nossas opiniões, através de argumentos ou diálogos, estamos exteriorizando parte do nosso “eu” para com o mundo – e isso costuma ser uma ação um tanto delicada. Nós seres humanos sustentamos uma infinidade de ideias e pontos de vista sobre conceitos, de coisas e fatos que ocorrem na realidade. Faz parte de nossa construção enquanto indivíduo social. Visto que as percepções que temos do mundo são analisados a partir de nossas próprias vivências, conceitos e crenças.

Nossos ideais e pontos de vistas sobre de um dado Tema podem colidir com os de outras pessoas, gerando muitas vezes discussões e divergências que se transformam em debates pouco frutíferos, pois as pessoas envolvidas se encerram nas próprias ideias, sem buscar compreender a posição de outros. Isso se transforma um ciclo aparentemente infindável em nossa sociedade atual, onde todos possuem – principalmente nas redes sociais – a oportunidade de se expressar e emitir opiniões sobre os mais variados temas. Apesar disso, nestes mesmos ambientes, é menos comum encontrar debates saudáveis e racionais sobre esses mesmos assuntos, a partir dos diferentes posicionamentos individuais.

A dificuldade em aceitar e conviver com percepções diferentes acabam por polarizar a sociedade em grupos e/ou individualismos antagônicos, que ao invés de absorver e tentar desenvolver um repertório mais abrangente sobre determinada questão, passam a alimentar discursos que visam atacar o diferente, o oposto. Vemos isso nas discussões políticas, na prática de torcedores de alguns esportes, nas conversas de pessoas que gostam de estilos musicais diferentes, religião, etc. A lista seria prolixa ao colocar aqui os muitos exemplos. E, no entanto, quem ganha o que com tudo isso?

Podemos dizer que a dificuldade em aceitar opiniões diferentes das quais um indivíduo já possui consolidadas dentro de si, pode estar relacionada à insegurança com sua própria visão de mundo. Nossas ideias e crenças, muitas vezes tão concretas internamente, podem se desenvolver para uma visão mais ampla e empática sobre o mundo a partir do momento que passamos a conhecer outros pontos de vista além da nossa, desde que tal ponto de vista não acarrete às falsas opiniões e falsos preceitos sobre a realidade que nos cerca. Devemos, portanto, estar cientes que vivemos com indivíduos numa sociedade e dentro de tal sociedade há pequenos grupos com suas próprias crenças, ideias e opiniões, e conhecer um pouco de cada crença nos torna sujeitos igualitários e sociais.

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

Direto da Redação

Notícia, conteúdo e credibilidade

Folha de Maués

Notícias da Terra do Guaraná

G1 > Turismo e Viagem

Notícias da Terra do Guaraná

G1 > Mundo

Notícias da Terra do Guaraná

G1 > Brasil

Notícias da Terra do Guaraná

WordPress.com em Português (Brasil)

As últimas notícias do WordPress.com e da comunidade WordPress

%d blogueiros gostam disto: